LAFUC © 2016. Criado com Wix.com

Aplastodiscus lutzorum Berneck, Giaretta, Brandão, Cruz & Haddad 2017

Nome popular : Perereca-do-olho-vermelho; Perereca-verde.

Biologia: Espécie pertencente ao grupo perviridis (Berneck et al., 2016, 2017), porém possui comprimento rostro-cloacal pequeno para o grupo. Sua caracterização é pela falta de membrana entre os dedos I e II, membrana reduzida nos outros dedos, falta de ornamentação peri-cloacal e íris bicolor (porção superior mais prateada e a porção mais inferior-mediana avermelhada). Sua coloração é verde oliva amarelada, com pequenos e esparsos cromatóforos negros no seu dorso. O tamanho do indivíduo adulto varia de 33 a 36mm. Seus girinos são desconhecidos.

Habitat e Ecologia: Espécie encontrada durante o período chuvoso e em áreas alagadas, principalmente matas de galeria e veredas (Garcia et al., 2001; Berneck et al., 2017).

Distribuição: Sua distribuição é no estado do DF e no Goiás, na Chapada dos Veadeiros (Garcia et al., 2001; Santoro & Brandão, 2014; Berneck et al., 2017). Sua distribuição ainda não é muito conhecida, por se tratar de um espécime recém-descrito. No Goiás, no Município da Alto Paraíso, Pirenópolis, Alexânia e Silvânia (Garcia et al, 2001; Morais et al. 2012). No Distrito Federal é encontrada nas Matas de Galeria da APA do Cafuringa e APA Gama-Cabeça-de-Veado (Zerbini e Brandão, 2001; Brandão et al, 2006; Brandão e Araújo, 2008; Colli e Brandão, 2008).

Ameaças: : Expansão da fronteira agrícola, visto que a espécie é endêmica do Cerrado (Berneck et al., 2017)

Fase larval: Os girinos ainda não estão descritos.

Etimologia: O nome da espécie é uma homenagem aos cientistas Adolfo e Bertha Lutz, que foram pioneiros no estudo do gênero Aplastodiscus.

Figura 1: Distribuição da espécie no Distrito Federal.

Próxima página >>