LAFUC © 2016. Criado com Wix.com

Bokermannohyla sapiranga Brandão et. al. 2012

Bokermannohyla sapiranga - Autor desconhecido
00:00 / 00:00

Nome popular : Perereca.

Biologia: Espécie de tamanho médio para as espécies de Bokermannohyla do grupo pseudopseudis. A coloração do dorso é amarronzada ocre com manchas mais escuras, olhos grandes (aproximadamente duas vezes o diâmetro do tímpano), braços robustos, pequenos e antebraços hypertrofiados nos machos. Íris de cor alaranjada para o avermelhado (bronze em alguns indivíduos). Focinho arredondao em vista lateral e dorsal (pouco aculminado em vista lateral em alguns indivíduos. Membrana supra timpânica pouco desenvolvida.

Habitat e Ecologia: Associada a riachos temporários e permanentes de rápida correnteza, encontrados nas encostas e platôs do Planalto Central Brasileiro, em fisionomias de campo rupestre e mata de galeria. Canta próximo a pequenas quedas de água formadas por raízes e troncos ao longo dos riachos. Os girinos podem ser encontrados em ambientes semelhantes aos de B. pseudopseudis e também em poços e remansos com fundo de lama. Os adultos são insetívoros e possuem habilidades de escalar ramos de árvores. É uma espécie restrita à hábitats primários e pode ser considerada frágil à perturbações no ambiente. Sua reprodução ocorre durante o período chuvoso e pouco se conhece sobre a biologia reprodutiva da espécie (Brandão et al, 2012).

 

 

 

 

Distribuição: A espécie é conhecida para sua localidade tipo (Brasília, Distrito Federal). No Goiás, nos municípios de Cristalina, Novo Gama, Catalão, Pirenópolis, Silvânia, e no estado de Minas Gerais, a leste de Paracatu (Brandão et al, 2012, Morais et al, 2012).

Ameaças: A expansão de fronteiras agrícolas e pecuárias e a construção de reservatórios de água

constituem as principais ameaças para a espécie.

Fase larval: Após a eclosão possui comprimento médio de 4 mm (Caramaschi e Pombal, 2001).

Etimologia: O nome sapiranga é derivado do tupi, e significa olho vermelho, em referência aos olhos vermelhos desta espécie. O nome também é uma homenagem a Marco (sapiranga) Freitas.

Figura 2. Imago de B. sapiranga. Foto: Afonso Meneses

Figura 1: Distribuição da espécie no Distrito Federal.

Próxima página >>

Bokermannohyla sapiranga.jpg