LAFUC © 2016. Criado com Wix.com

Próxima página >>

Leptodactylus mystacinus (Burmeister, 1861)

Nome popular : Rã-de-bigode (sugerido), Rã-assobiadora (Maffei et al, 2011).

Biologia: Espécie de tamanho médio à grande e porte robusto, pertencente ao grupo fuscus (Heyer, 1978). Pode ser caracterizada por apresentar uma coloração dorsal, variando em tons vívidos de amarelo-dourado e vermelho, e pequenos pontos pretos esparsos. Não possui linha vertebral. Faixas dorsolaterais preta, desde a região inguinal até a altura do tímpano. Apresenta uma faixa labial de cor branca, que passa o pela região inferior do tímpano e encontra o braço, e logo acima, uma faixa preta, que se inicia na ponta do focinho, passa os olhos e membrana supratimpânica, até os ombros. Além disso, possui até dois pares de pregas longitudinais, contínuas ou descontínuas, situadas na região dorsolateral. Região lateral com padrões de pontos e listras de cor preta bem evidentes e glândulas irregulares. Tíbia com grânulos de cor branca. Cabeça relativamente curta. Tímpano grande e membrana supratimpânica evidente, até o ombro (Heyer, 1978). 

Habitat e Ecologia: Associado a áreas abertas e bordas de matas, vocalizam nas margens ou próximos a lagoas. Os machos constroem câmaras subterrâneas para ovoposição em ninhos de espuma. Frequentemente encontrados em ambientes alterados, como pastos, poças próximos de estradas e plantios de eucalipto.

Distribuição: Espécie de ampla distribuição, desde o leste dos Andes, Bolívia, Paraguai, Argentina, Uruguai e Brasil, desde o sul da Amazônia, até regiões costeiras do Sudeste e Sul (Heyer, 1978, Frost, 2014). Espécie comum no Goiás.

Ameaças: Espécie não ameaçada. Algumas das possíveis ameaças locais são o fogo, pesticidas e fungos Quitrídeos.

 

Figura 1: Distribuição da espécie no Distrito Federal.

Leptodactylus mystacinus - AAG
00:00 / 00:00
Leptodactylus mystacinus