LAFUC © 2016. Criado com Wix.com

Odontophrynus salvatori Caramaschi, 1996

Nome popular : Sapo verrucoso.

Biologia: Espécie de pequeno porte e aspecto robusto, pode ser distinguida por apresentar coloração dorsal com manchas cinza-escuro, cinza-claro e castanhas esparsas, sem formar desenho definido. Por apresentar tubérculos supranumerários palmares e plantares e região da face dorsal dos dedos e artelhos rugoso. Dorso e flancos cobertos por tubérculos grandes e pequenos, distribuídos ao acaso, sem formar linhas ou desenhos. A cabeça é mais larga do que longa e o focinho é truncado em vista lateral. Possui duas cristas tuberculares se originando nas narinas seguindo até o canto anterior dos olhos. Pálpebras superiores com vários tubérculos formando uma crista. Tímpano indistinto. Glândulas pós-orbitais, paratóides e temporais ausentes. Membros robustos e rugosos (Caramaschi, 1996).    

Habitat e Ecologia: Espécie ocorre em áreas abertas do bioma Cerrado, mais especificamente em fitofissionomias de Campo Limpo, Campo Sujo e Campos Rupestres, próximos a riachos temporários. Os girinos se desenvolvem em riachos (Brandão e Batista, 2000). Espécie pode não apresentar tolerância a modificações no habitat.

Distribuição: Espécie associada ao planalto central goiano, em altitudes acima de 900 metros. Sua distribuição geográfica está restrita ao estado do Goiás e Distrito Federal (Caramaschi, 1996; Brandão e Batista, 2000; Frost, 2014). 

Ameaças: Remoção de habitats e desmatamentos.

Fase larval: Comprimento total do corpo de 30 (±1,81)mm. Corpo com formato deprimido em vista lateral e elíptico em vista dorsal. Focinho arredondado em vista dorsal e lateral. Olhos grandes e dorsais, lateralmente dirigidos. Espiráculo sinistro no terço médio do corpo, curto, sem margem, com abertura elíptica dirigida dorso-posteriormente e completamente fundido ao corpo. Disco oral anteroventral. Papilas largas, cônicas, arredondadas e bastante distintas; fórmula oral dos dentes 2(2)/3(1), sendo a segunda fileira anterior de dentículos córneos com interrupção mediana, onde caberiam 6 dentículos e a primeira fileira com interrupção onde caberiam 20 dentículos. Coloração em vida castanho uniforme e castanho-translúcidas com manchas arredondadas marrom-escuras nas nadadeiras dorsal, ventral e no primeiro terço da musculatura. 

Odontophrynus salvatori - Carvalho D
00:00 / 00:00

Figura 1: Distribuição da espécie no Distrito Federal.

Próxima página >>