LAFUC © 2016. Criado com Wix.com

Scinax tigrinus Nunes, Carvalho, and Pereira, 2010

Scinax tigrinus - Carvalho D
00:00 / 00:00

Nome popular : Perereca

Biologia: Espécie de Scinax de médio porte, pertencente ao grupo ruber, (Faivovich et al, 2005). Caracterizada por possuir coloração dorsal bege com a presença de manchas irregulares de cor marrom e creme, mancha interorbital de cor marrom contornada por creme, e pequenos pontos e manchas de cor laranja-amarelado nos flancos e coxas. Cabeça mais longa do que larga, a acuminada em vista lateral. Tímpano visível e membrana supra timpânica desenvolvida deste o olho até o ombro. Membros moderadamente robustos. O antebraço mais robusto que o braço. Discos digitais desenvolvidos. Membranas interdigitais pouco desenvolvidas nas mão e presente nos artelhos. Dorso, região gular, membros e tíbia lisos e ventre granuloso (Nunes et al, 2010).

Habitat e Ecologia: Espécie arborícola de hábitos noturnos e associada as áreas abertas. Utiliza poços permanentes ou temporários com a presença de vegetação marginal, próximos a matas. Pode ser encontrada em meio a matriz de pasto e campos de soja e, portanto, pode tolerar algum grau de modificação no habitat (Nunes et al, 2010).

Distribuição: Espécie conhecida no estados de Minas Gerais, Goiás e o Distrito Federal (Nunes et al, 2010; Valdujo et al, 2012; Frost, 2014). No estado do Goiás foi encontrada nos municípios de Cabeceira Grande, Santo Antônio do Descoberto e Jaraguá (Nunes et al, 2010).

Ameaças: Espécie não ameaçada.

Figura 2: Imago de S. tigrinus. Foto: Afonso Meneses

Figura 1: Distribuição da espécie no Distrito Federal.

Próxima página >>

Scinax tigrinus