LAFUC © 2016. Criado com Wix.com

Guia de Anfíbios do Distrito Federal-Brasil.

SOBRE OS ANFÍBIOS

 

           A palavra anfíbios é originária do grego (amphi=duplo; bios=vida) e esse nome se deve ao fato de grande parte das espécies desse grupo apresentar uma fase larval aquática (girino) e uma fase terrestre do indivíduo já adulto.

           Os anfíbios compõem um grupo extremamente diverso de vertebrados terrestres, com 7224 espécies conhecidas em todos os continentes, exceto ilhas oceânicas e círculos polares (Frost, 2014) e são divididos em três ordens: Anura (sapos, rãs, jias e pererecas), Urodela ou Caudata (Salamandras) e Gymnophiona (Cobras-cegas ou Cecílias).

            O Brasil é o país que apresenta a maior diversidade de anfíbios no mundo. No último levantamento realizado em 2014 pela Sociedade Brasileira de Herpetologia, foram listadas para o país 988 espécies de Anura, 33 de Gymnophiona e apenas uma de Caudata (Segalla et al 2014). 

                 O cerrado, fitofisionomia no qual o Distrito Federal está inserido, possui 209 espécies de anfíbios com 51,7% de taxa de endemismo (Valdujo et.al., 2012). O Distrito Federal, por sua vez, possui 57 espécies de anfíbios, sendo 56 da ordem Anura e uma da ordem Gymnophiona.

Hypsiboas raniceps